APG - Associação Portuguesa de Gagos

Notícias

22 Outubro - Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez e X Jornadas sobre Gaguez

A gaguez afecta em Portugal perto de 100 mil pessoas. A Associação Portuguesa de Gagos vai realizar a 22 de Outubro, Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez, as suas X Jornadas sobre a Gaguez, este ano subordinadas ao tema "Afirmar a Gaguez - Respeito, dignidade e (re)conhecimento". As X Jornadas decorrerão na Escola Superior de Saúde do Alcoitão. Nesta edição, afirmamos a gaguez enquanto forma de comunicação de pleno direito, reivindicando, no activismo informado e no sentido de identidade, enquanto grupo, o Tempo e a Voz que desde 2005 a Associação Portuguesa de Gagos pretende reclamar para quem experiência uma alteração da comunicação devido à gaguez.

Simultaneamente a APG está a dinamizar nas redes sociais a Campanha “Temos Voz!”. A Campanha "Temos Voz!" visa promover um tomar de consciência da sociedade civil para as Pessoas com Gaguez e a Voz singular que cada uma possui e que deve ser, enquanto tal, respeitada por todos.

Devemos ter orgulho em quem somos, independentemente da nossa gaguez. Este orgulho em quem somos deve ser o antídoto para a vergonha e a culpa que muitos de nós experienciam. A nossa luta com a gaguez deriva muitas vezes duma sua visão negativa, compreensível dadas as dificuldades que frequentemente experienciamos quando falamos. Esta luta é também resultado de uma sociedade que, em geral, não percebe, e frequentemente não aceita, a gaguez. Quando falamos em orgulho remetemo-nos para a ideia de que estamos bem mesmo que gaguejemos, que podemos ter orgulho em quem somos e em toda a pessoa que somos. Devemos ter orgulho em nós mesmos quando falamos, mesmo com a nossa luta quotidiana para o fazer. Devemos ter orgulho em "mostrarmo-nos", quando escondermo-nos poderia ser mais fácil.

Na comunidade das pessoas que gaguejam, tem havido muita discussão em torno do conceito, emprestado da comunidade LGBT, de "sair do armário", acerca de, de forma serena e sem pedir desculpa, nos permitirmos gaguejar. Este "sair do armário" pode de facto ser libertador, já que permitimos que os nossos verdadeiros "Eus" sejam vistos, e nos permitimos seguir os nossos sonhos e ambições sem deixar que a gaguez nos impeça. Quanto mais saímos do armário, mais a gaguez se torna uma parte comum da sociedade, mais sensibilização, reconhecimento e aceitação provoca, e mais as pessoas que gaguejam percebem que não estão sozinhas e de que são dignas na sua gaguez. Somos muito mais que pessoas que gaguejam e estamos orgulhosos disso.

Fazem parte da missão da Associação Portuguesa de Gagos as seguinte actividades: a organização de dois eventos anuais de referência  nacional: O Convívio Anual da APG que junta pessoas com gaguez, familiares, terapeutas da fala e outros e as Jornadas sobre Gaguez onde busca colocar em diálogo a experiência pessoal de quem gagueja e os diferentes conhecimentos e ferramentas terapêuticas de intervenção e investigação em gaguez.

Em paralelo, e em articulação com distintas Escolas de Saúde em Portugal tem organizado "Encontros Abertos à Comunidade" e Seminários temáticos dedicados à Gaguez com o objectivo de disseminar informação relevante sobre gaguez junto de distintos públicos de relevo: professores, terapeutas da fala, pais, entre outros.

Simultaneamente, a APG dinamiza Grupos de Pares em Coimbra, Porto e Lisboa e  fóruns online de aprendizagem-mútua com o objectivo de criar novas percepções, vivências e intervenções na gaguez.

Sobre a APG

A Associação Portuguesa de Gagos foi fundada em Agosto de 2005.

É uma associação de âmbito nacional com sede na freguesia de Alqueidão no  concelho da Figueira da Foz.

É desde 2011 membro da European League of Stuttering Associations.

Contactos

Associação Portuguesa de Gagos

adress Rua Principal, 78 Negrote, Alqueidão 3090-834 Figueira da Foz Portugal

phone 925 517 093

email gaguez@sapo.pt

Redes Sociais

facebook

Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez

laco    22 de Outubro