APG - Associação Portuguesa de Gagos

Notícias

GAGUEZ

gaguez1

A gaguez pode manifestar-se através de sons e sílabas que não são finalizados e iniciados no tempo adequado, portanto a gaguez está ligada ao ritmo e ao tempo. É involuntária, ou seja, a criança não tem controlo total sobre sua fala, não sendo possível simplesmente optar por não gaguejar.

Os sinais abaixo são típicos da gaguez:

1)- Repetição na quantidade e na qualidade, repetição de sílabas, palavras e até mesmo frases.
Ex.º: "sa-sa-sapato", "te-te-telefone", "cama, cama…."

2)- Pausas. Intervalo colocado de forma inapropriada no decorrer de um discurso.

3)- Prolongamentos. Alongamentos de sons que tenha duração inapropriada.
Ex.º: "f::amília", "t::apete".

4)- Interjeições. Inserção no discurso de sons, como "ahhhh…..", "hummmm….", "deixa ver".

5)- Bloqueio. Interrupção brusca de uma palavra que vem acompanhada de algum esforço da voz, ou até mesmo corporal.

Na tentativa de contornar este problema, a criança pode recorrer a diversos truques:

• Substituições de palavras, reformulações de frases e circunlocuções (rodeios);
• Uso excessivo de marcadores discursivos ("então", "assim" e "ok");
• Modificações da respiração (fazer inspirações profundas antes de falar ou falar até o fim do ar);
• Modificações do tom de voz..

Mas afinal, a gaguez tem cura ou não?

Os resultados dependem, sem dúvida, da idade da criança ou da gravidade da gaguez. É claro, que quanto mais cedo se inicia o tratamento, mais eficaz será. Apesar de a gaguez ser um distúrbio de fluência, as consequências da gaguez reflectem-se para além da fala. A relação com os familiares, o convívio social, o desempenho escolar, o desempenho profissional e a saúde emocional podem ficar muito comprometidos devido à gaguez. Por isso, a gaguez é um problema sério que deve ser tratada por profissionais especializados (terapeutas da fala e psicólogos).

Se o seu filho gagueja há algum tempo e já se apercebeu, que ele sabe que gagueja, procure falar sobre o assunto com ele.

Por mais difícil que seja ouvir seu filho gaguejar, procure não lhe fornecer dicas e truques, como por exemplo: "fala mais devagar", "calma…", "pensa antes de falar, "respira fundo", "pára e começa de novo", "pára de gaguejar". A gaguez é involuntária. Portanto, a criança não tem controlo total sobre a sua fala. A criança não gagueja porque quer ou para chamar a atenção.

Procure não apressar a criança para falar, porque, desta forma, o seu filho começará a aprender o que se convencionou chamar de "pressão de tempo". A "pressão de tempo" é uma sensação subjectiva de que se deve iniciar, continuar e terminar a fala rapidamente. Quanto mais rapidamente o seu filho achar que deve falar, mais irá gaguejar.

Dê atenção quando seu filho demonstra que quer falar alguma coisa. Ouça o que ele tem para dizer e comente o que ele falou (e não como falou). Mostrando que ele consegue captar sua atenção, que você ouve o que ele diz,que você se interessa pelas suas opiniões, o seu filho vai aprender a ser assertivo. É muito importante mostrar ao seu filho que ele consegue transmitir o que quer através da fala.

Procure não interromper e não finalizar as frases da criança, por mais difícil que seja ouvi-lo gaguejar. Interromper ou finalizar as frases vai transmitir à criança, que a sua forma de falar não é aceite dentro da família, o que vai contribuir para aumentar o seu sofrimento. Além disso, a criança vai aprender que deve falar sem gaguejar se quiser ser ouvido, o que vai fazer com que ele tente controlar a fala, ele não vai conseguir, o que contribuirá para o aumento do seu sofrimento.

Não existem fórmulas mágicas no tratamento da gaguez. O tratamento envolve aceitação do problema, dedicação, tempo e persistência, não pode ser eliminada de um dia para o outro.

Sobre a APG

A Associação Portuguesa de Gagos foi fundada em Agosto de 2005.

É uma associação de âmbito nacional com sede na freguesia de Alqueidão no  concelho da Figueira da Foz.

É desde 2011 membro da European League of Stuttering Associations.

Contactos

Associação Portuguesa de Gagos

adress Rua Principal, 78 Negrote, Alqueidão 3090-834 Figueira da Foz Portugal

phone 925 517 093

email gaguez@sapo.pt

Redes Sociais

facebook

Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez

laco    22 de Outubro