APG - Associação Portuguesa de Gagos

Revista confluências | nº 1 | Maio de 2017

Já se encontra disponível o 1.º número da confluências, a revista da Associação Portuguesa de Gagos.

 Pode ler online ou descarregar aqui.

 

A confluências pretende ser uma publicação de periodicidade pelo menos semestral, com o duplo propósito de reflectir a vida institucional da APG bem como servir de suporte a um conjunto de olhares, reflexões e propostas de debate em torno da gaguez, partindo do contributo primeiro e central de quem com ela (con)vive na primeira pessoa.

Encontro Europeu de Jovens com Gaguez "Criatividade Natural"

 

O Encontro Europeu de Jovens com gaguez "Criatividade Natural" é um encontro de partilha intercultural entre jovens da Itália, Holanda, Portugal, Bélgica, Suécia e Finlandia. O encontro será realizado num contexto offline e natural do norte de Itália onde os participantes serão estimulados para uma experiência enriquecedora de desenvolvimento pessoal e de conexão profunda com a natureza. A gaguez é o desafio que liga todos os participantes e estes serão estimulados a explorar os meios que lhes permita a passagem de uma vida gagocêntrica para uma vida centrada em valores e projetos. Estarão na floresta por 7 dias e a natureza servirá de inspiração para uma reflexão que lhes permita uma nova compreensão mais realista e positiva dos desafios que a gaguez coloca na vida de quem gagueja. Será explorado como quem gagueja se pode conectar com o mundo que o rodeia e como cada um pode fazer um contributo positivo no mundo mobilizando os seus muitos talentos e qualidades individuais.

Publico: Jovens com Gaguez com idades entre os 20 e 30 anos.

Data:1-9 de Julho de 2017

Local: Arboretum Prandi de Sale San Giovanni, Itália

Custo final para o participante (entre 50 a 100 euros)

Mais informações: (+351)925 517 093 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Pré-inscrição: https://goo.gl/forms/tpgJeL6jvV1dEe8B2 

 

 

Testemunho da edição de 2016 

(…) foi exigente conhecer de repente tantas pessoas novas e de culturas muito diferente, mas num instante nos ficamos a conhecer. (…) Tivemos imensas actividades, começando pelo yoga, workshops sobre a natureza, (…) sobre de tudo um pouco, até tivemos de falar em público para todos.(…). Os dias passaram e cada vez ficava melhor, mas o fim tinha de um dia chegar. As despedidas foram difíceis, porque fizemos grandes amigos

                   

     

Testemunho da edição de 2016  

Conheci mais gente nova numa semana do que no ano passado inteiro! (…). Descobrimos virtudes e valores de outras pessoas ao mesmo tempo que descobrimos e discutimos sobre os nossos. (…) Acima de tudo, houve uma grande conexão entre nós. Senti que falei sobre coisas mais íntimas com amigos que conheci em Itália, do que com muitos amigos meus com que já me dou aos anos. Sem dúvida, senti uma abertura para falar sobre assuntos pessoais enquanto estive lá que é raro sentir cá em Portugal. Quer seja pela natureza envolvente, quer seja pelo grupo de jovens gagos, é disso que agora que estou em Portugal sinto falta

Veja o video de 2016: https://youtu.be/YtWHGoi4Tsw  

   

 

                                                                                                                                   

       

 

 

 

Revista

A Associação Portuguesa de Gagos vai lançar brevemente o 1.° número da sua Revista.

 

A confluências pretende ser uma publicação de periodicidade pelo menos semestral, com o duplo propósito de reflectir a vida institucional da APG bem como servir de suporte a um conjunto de olhares, reflexões e propostas de debate em torno da gaguez, partindo do contributo primeiro e central de quem com ela (con)vive na primeira pessoa.

 

Esteja atento às próximas novidades!

Encontro Europeu de Jovens com Gaguez em Itália

A Associação Portuguesa de Gagos participou, juntamente com as associações de gaguez da Islândia, Itália, Holanda e Inglaterra, na organização do Encontro Europeu de Jovens com Gaguez “Em contacto com a tua Natureza”. Este encontro decorreu de 24 de Setembro a 2 de Outubro em Sale San Giovanni, Itália. Promovido em articulação com a Fundação Anatta, através do projecto Salvaj, o encontro teve o apoio financeiro do programa Eramus +. O seu objetivo foi a promoção da partilha intercultural entre os participantes em torno das suas vivências da gaguez usando a reflexão sobre natureza, interior de cada um e exterior do belíssimo Arboretto de Sale San Giovanni, como ponto de partida para uma problematização dos valores e prioridades que norteiam as vidas dos participantes.

Foram 9 dias intensos afastados do mundo quotidiano, sem acesso à Internet e às noticias do mundo, preenchidos com sessões de Yoga, atividades criativas de teatro, longos passeios de contemplação e meditação na natureza, workshops sobre linguagem corporal, sessões de reflexão conjunta e individual sobre a relação dos indivíduos com a gaguez e com os desafios que ela coloca no quotidiano de cada um, e ainda workshops sobre como potenciar o envolvimento no movimento associativo e ativista da gaguez. Estes foram maravilhosamente pautados com momentos lúdicos de convívio e descontração nos serões gastronómicos, de musica e dança da responsabilidade de cada um dos países que serviam para apresentar a diversidade cultural presente no Encontro.

A delegação portuguesa foi composta por Daniel Neves Costa, Presidente da Direcção, jovens representantes dos Grupos Gaguez de Porto, Lisboa e Coimbra, e ainda por um nosso associado da Madeira. O envolvimento com o grupo internacional proporcionou ligações interpessoais fortes que sem dúvida se perpetuarão em amizades duradouras que atravessam as fronteiras nacionais de cada um dos países. O impacto da semana em cada um dos envolvidos, para além das ligações de amizade que se geraram, estendeu-se ao modo como estes situam a gaguez no espaço dos seus projetos de vida e no lugar que ocupa no seu quotidiano.  Foi uma semana inesquecível e de uma riqueza inestimável quanto ao desenvolvimento pessoal sentido por cada um dos envolvidos!

Veja video oficial aqui: https://youtu.be/YtWHGoi4Tsw 

                        

     

 

(…) foi exigente conhecer de repente tantas pessoas novas e de culturas muito diferente, mas num instante nos ficamos a conhecer. (…) Tivemos imensas actividades, começando pelo yoga, workshops sobre a natureza, (…) sobre de tudo um pouco, até tivemos de falar em público para todos.(…). Os dias passaram e cada vez ficava melhor, mas o fim tinha de um dia chegar. As despedidas foram difíceis, porque fizemos grandes amigos

Conheci mais gente nova numa semana do que no ano passado inteiro! (…). Descobrimos virtudes e valores de outras pessoas ao mesmo tempo que descobrimos e discutimos sobre os nossos. (…) Acima de tudo, houve uma grande conexão entre nós. Senti que falei sobre coisas mais íntimas com amigos que conheci em Itália, do que com muitos amigos meus com que já me dou aos anos. Sem dúvida, senti uma abertura para falar sobre assuntos pessoais enquanto estive lá que é raro sentir cá em Portugal. Quer seja pela natureza envolvente, quer seja pelo grupo de jovens gagos, é disso que agora que estou em Portugal sinto falta.

 

 

 

                                                                                                                                   

       

 

 

22 Outubro - Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez e X Jornadas sobre Gaguez

A gaguez afecta em Portugal perto de 100 mil pessoas. A Associação Portuguesa de Gagos vai realizar a 22 de Outubro, Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez, as suas X Jornadas sobre a Gaguez, este ano subordinadas ao tema "Afirmar a Gaguez - Respeito, dignidade e (re)conhecimento". As X Jornadas decorrerão na Escola Superior de Saúde do Alcoitão. Nesta edição, afirmamos a gaguez enquanto forma de comunicação de pleno direito, reivindicando, no activismo informado e no sentido de identidade, enquanto grupo, o Tempo e a Voz que desde 2005 a Associação Portuguesa de Gagos pretende reclamar para quem experiência uma alteração da comunicação devido à gaguez.

Simultaneamente a APG está a dinamizar nas redes sociais a Campanha “Temos Voz!”. A Campanha "Temos Voz!" visa promover um tomar de consciência da sociedade civil para as Pessoas com Gaguez e a Voz singular que cada uma possui e que deve ser, enquanto tal, respeitada por todos.

Devemos ter orgulho em quem somos, independentemente da nossa gaguez. Este orgulho em quem somos deve ser o antídoto para a vergonha e a culpa que muitos de nós experienciam. A nossa luta com a gaguez deriva muitas vezes duma sua visão negativa, compreensível dadas as dificuldades que frequentemente experienciamos quando falamos. Esta luta é também resultado de uma sociedade que, em geral, não percebe, e frequentemente não aceita, a gaguez. Quando falamos em orgulho remetemo-nos para a ideia de que estamos bem mesmo que gaguejemos, que podemos ter orgulho em quem somos e em toda a pessoa que somos. Devemos ter orgulho em nós mesmos quando falamos, mesmo com a nossa luta quotidiana para o fazer. Devemos ter orgulho em "mostrarmo-nos", quando escondermo-nos poderia ser mais fácil.

Na comunidade das pessoas que gaguejam, tem havido muita discussão em torno do conceito, emprestado da comunidade LGBT, de "sair do armário", acerca de, de forma serena e sem pedir desculpa, nos permitirmos gaguejar. Este "sair do armário" pode de facto ser libertador, já que permitimos que os nossos verdadeiros "Eus" sejam vistos, e nos permitimos seguir os nossos sonhos e ambições sem deixar que a gaguez nos impeça. Quanto mais saímos do armário, mais a gaguez se torna uma parte comum da sociedade, mais sensibilização, reconhecimento e aceitação provoca, e mais as pessoas que gaguejam percebem que não estão sozinhas e de que são dignas na sua gaguez. Somos muito mais que pessoas que gaguejam e estamos orgulhosos disso.

Fazem parte da missão da Associação Portuguesa de Gagos as seguinte actividades: a organização de dois eventos anuais de referência  nacional: O Convívio Anual da APG que junta pessoas com gaguez, familiares, terapeutas da fala e outros e as Jornadas sobre Gaguez onde busca colocar em diálogo a experiência pessoal de quem gagueja e os diferentes conhecimentos e ferramentas terapêuticas de intervenção e investigação em gaguez.

Em paralelo, e em articulação com distintas Escolas de Saúde em Portugal tem organizado "Encontros Abertos à Comunidade" e Seminários temáticos dedicados à Gaguez com o objectivo de disseminar informação relevante sobre gaguez junto de distintos públicos de relevo: professores, terapeutas da fala, pais, entre outros.

Simultaneamente, a APG dinamiza Grupos de Pares em Coimbra, Porto e Lisboa e  fóruns online de aprendizagem-mútua com o objectivo de criar novas percepções, vivências e intervenções na gaguez.

Sobre a APG

A Associação Portuguesa de Gagos foi fundada em Agosto de 2005.

É uma associação de âmbito nacional com sede na freguesia de Alqueidão no  concelho da Figueira da Foz.

É desde 2011 membro da European League of Stuttering Associations.

Contactos

Associação Portuguesa de Gagos

adress Rua Principal, 78 Negrote, Alqueidão 3090-834 Figueira da Foz Portugal

phone 925 517 093

email gaguez@sapo.pt

Redes Sociais

facebook

Dia Internacional de Consciencialização para a Gaguez

laco    22 de Outubro